sexta-feira, 3 de julho de 2015

CADÊ O MEIA GILVAN?!



Em mais uma partida valida pelo campeonato Brasileiro, o Cruzeiro tropeçou pela terceira vez consecutiva sob o comando de Vanderlei Luxemburgo. O que parecia lua de mel entre o Torcedor Celeste e o Clube nesses últimos dois anos, vem virando um pesadelo na temporada de 2015. Após desmanche do time bi-campeão Brasileiro e demissão do diretor de futebol Alexandre Mattos, as coisas ficaram bastante complicadas para o presidente Dr. Gilvan, que vem lidando com uma situação nada fácil: as criticas, protestos e cobranças da torcida por contratações. 

Depois de anunciar interesse em alguns jogadores, o time da toca não consegue fechar com um nome de peso para o meio campo, tanto esperado, depois da saída de Everton Ribeiro. Ficou nítido que o Cruzeiro precisa sim de um armador, já que a bola quase não está tendo ligação com o ataque, que foi uma das principais características do Cruzeiro nos últimos anos. 

O time que parecia acomodado ao comando de Marcelo Oliveira, deu até um gás com a chegada do "professor", e parou por ai. Com novos ares na toca, o Cruzeiro bateu o Flamengo no Mineirão, e conseguiu quebrar dois tabus ao vencer o Atl.-MG no Estádio do América, e foi a São Januário golear o Vasco. Depois deste grande suspiro, acumulou uma sequência de três derrotas, para Chapecoense (em casa), Coritiba e Grêmio (fora), a torcida mais uma vez questiona ao Dr. Gilvan sobre as possíveis chegadas de alguns atletas. 

Ocupando a 13° posição na tabela, podendo até descer mais algumas posições nesta quinta feira após o término da rodada, o Cruzeiro vai tentar a reação contra o Atlético-PR neste sábado as 21:00h em casa. O capitão Fabio, chamou a torcida para comparecer, e pediu apoio neste momento difícil. 

VENDA DE INGRESSOS
A torcida azul celeste poderá adquirir, a partir da manhã desta quinta-feira (02), nas bilheterias, ingressos para o confronto contra o Atlético-PR no próximo sábado (04), às 21h, no Mineirão. O jogo é válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2015. Haverá venda de ingressos de meia entrada mediante apresentação da respectiva documentação no ato da compra e na entrada ao estádio. Para estudantes, documento com foto e comprovante de matrícula ou mensalidade de 2015. Para maiores de 60 anos ou menores de 12 anos, carteira de identidade ou certidão de nascimento. A compra do ingresso poderá ser realizada nas Bilheterias Sul do Mineirão ou no Ginásio do Parque Esportivo do Barro Preto. Confira as datas, horários e preços no site oficial do Cruzeiro. 

Texto: Larissa Ribeiro Lino
           Twitter: @lariilino
           Instagram: @larissaribeirolino

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Mais uma vez um erro determina derrota: 1x0

Grêmio 1 x 0 Cruzeiro - Arena do Grêmio - 10ª rodada - Brasileirão 2015
Não mereceu
Realmente não estamos bem na temporada 2015, aliás se formos comparar com as duas últimas estamos é muito mal, péssimos mesmo. Mas ontem não merecíamos a derrota. Tá certo que a impressão que ficou é que jogaríamos 3 horas e não faríamos nenhum gol, a não ser num lance fortuito como o chute de Charles que acertou o travessão. Nosso ataque é inoperante demais, nossa armação não funciona mas o setor defensivo mostrou qualidades e apesar da inconsistência do meio pra frente conseguíamos segurar mais a bola no campo do adversário. Temos de considerar que o adversário não jogou muito mais que o Cruzeiro, aliás foi um jogo bastante equilibrado, o que de certa forma nos deu a impressão que não jogamos tão mal. A derrota veio mais uma vez pelo placar mínimo e resultante de mais um erro capital, como em vários jogos neste ano.

Desempenhos
Impressiona como Marquinhos (ainda seria efeito da virose?), Mayke, o próprio Bruno Rodrigo que protagonizou o erro capital da noite de ontem, puxando o atacante gremista dentro da área, Willian e quase todo o time caiu de produção. Não tem faltado aplicação, empenho aos nossos jogadores, mas se o suor tem sido abundante a falta de qualidade técnica por outro lado tem saltado aos olhos. As substituições trazidas para as laterais não conseguiram dar a necessária tranquilidade, ninguém se firmou ainda por lá. Fábio que ultimamente estava oscilando voltou a ser o Fabi1 ontem. Pegou tudo que era possível, penal é milagre e isso não acontece todo dia né?

Situação
O que mais preocupa em toda essa situação é a aparente (pelo menos para nós, simples torcedores) letargia da nossa diretoria. GPT parece meio entorpecido, meio tonto. Não age rápido e tenta de maneira efetiva, qualificar o Time. VLux fica só repetindo que o time é bom que é isso que é aquilo, que tem condição de disputar título, parece não entender mais o que se passa após as tais 3 vitórias seguidas. Vamos continuar torcendo e um empate no próximo jogo é ótimo resultado, como seria neste jogo no sul. Avante Cruzeiro.



FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 x 0 CRUZEIRO
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 1º de julho de 2015, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Carlos Nogueira Júnior (SP) e Daniel da Silva Andrade (DF)
Renda: R$ 673.287,00
Público: 24.656 (22.517 pagantes)
Cartões amarelos: Luan, Walace, Geromel, Galhardo e Maicon (Grêmio); Leandro Damião, Bruno Rodrigo, Mayke, Marcos Vinícius e Willians (Cruzeiro)
GOL:
GRÊMIO: Douglas, de pênalti, aos 23 minutos do segundo tempo
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Galhardo, Geromel, Rhodolfo e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Giuliano e Douglas (Edinho); Luan e Pedro Rocha (Braian Rodriguez)
Técnico: Roger Machado
CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Manoel, Bruno Rodrigo e Fabrício; Willians, Charles (Léo) e Arrascaeta; Marquinhos (Marcos Vinícius), Leandro Damião (Allano) e Willian
Técnico: Vanderlei Luxemburgo


segunda-feira, 29 de junho de 2015

Cruzeiro repete a fórmula mais comum em 2015; joga mal e perde: 1x0

Coritiba 1 x 0 Cruzeiro -  Couto Pereira   - 9ª rodada - Brasileirão 2015
Derrota de novo
Não podemos dizer que é novidade mais uma derrota contra um time supostamente inferior. Isso tem virado rotina nessa temporada do Time Celeste. Foram até aqui disputadas 9 rodadas sendo que o Cruzeiro conquistou em 27 pontos possíveis apenas 10. Fórmula super indicada para times que desejam frequentar o submundo do futebol, mais conhecido por série B. O interessante é que a diretoria e a comissão técnica continuam insistindo que o elenco é qualificado e que pode disputar títulos em 2015. Piada?

Festival de incompetência
Não temos mais destaques no time. Mayke é só uma lembrança. Willian que em 2013/14 foi efetivo e ajudou muito o time, sempre entrando no 2º tempo virou titular e nos enche de ódio a cada jogo por desperdiçar chances incríveis de gol e protagonizar as cenas mais bizarras do futebol atual. Até Fábio voltou a ser um goleiro inseguro, não tá dando pra confiar muito nele por mais que ainda faça suas defesas milagrosas. Na defesa tínhamos um Bruno Rodrigo que era um gigante, hoje parece um anãozinho com as pernas amarradas. Manoel foi eleito um dos melhores do Brasileirão 14, veio para o Cruzeiro e virou abóbora. Henrique parece que se cansou. O resto, é só o resto. Uma das poucas mudanças de Luxa no Cruzeiro foram as entradas de Allano e Paulo André. Allano ainda parece que dará alguma coisa mas PA já provou que não pode ser titular. Enquanto isso Léo nosso melhor beque segue sem chances.

O Cruzeiro hoje
É um time sem poder de reação, sem poder ofensivo, sem armação e com um setor defensivo que repete sempre falhas importantes, falhas que geralmente são responsáveis pela maioria das derrotas que tivemos nesta temporada. Isso pode ser observado quando analisamos os placares dos jogos que perdemos ou empatamos, praticamente todos no placar mínimo. Isso evidencia um desequilíbrio no time que tem de ser encontrado e resolvido pelo treinador. O futebol é esporte coletivo mas a falha individual tem impacto direto no resultado e isso tem sido recorrente no Cruzeiro 2015.


FICHA TÉCNICA
CORITIBA 1 X 0 CRUZEIRO
Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 28 de junho de 2015, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Asp-Fifa-SP) e Rafael da Silva Alves (Asp-Fifa-RS)
Cartões amarelos: Leandro Silva, Rodrigo Ramos, Luccas Claro, Lúcio Flávio, Esquerdinha (Coritiba); Henrique, Allano, Paulo André, Marcos Vinícius e Willians (Cruzeiro)
Gols:
CORITIBA: Rafhael Lucas, aos 17 minutos do segundo tempo
CORITIBA: Bruno; Rodrigo Ramos, Luccas Claro, Leandro Silva e Henrique; Hélder, Thiago Galhardo (Rodolfo), Lúcio Flávio e Esquerdinha; Marcos Aurélio (Paulinho) e Kleber (Rafhael Lucas)
Técnico: Ney Franco
CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Manoel, Paulo André e Pará; Willians, Henrique, Allano (Marcos Vinícius) e Arrascaeta; Willian e Leandro Damião (Henrique Dourado)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Jogando mal Cruzeiro perde no Mineirão: 1x0

Cruzeiro 0 x 1 Chapecoense  -  8ª rodada - Brasileirão 2015
Jogo ruim
Embora a Nação Azul tenha atendido ao chamamento do técnico e do Clube o espetáculo não agradou e deixou muito a desejar. Num horário incomum, numa tranquila e fria manhã de domingo, o Cruzeiro recebeu o time Catarinense para disputar mais uma partida pelo Brasileirão de 2015. Todos já sabiam que a Chape viria retrancada, tentando segurar o empate ou num lance que, dadas as condições do Cruzeiro atualmente, já nem pode ser taxado como ousadia, tentar uma vitória sobre o Time Celeste, ainda que magra. E foi mesmo isso que fizeram. Se defenderam bem e deram algumas estocadas até que numa cobrança bem batida de falta acharam seu gol, o gol da tal vitória magra. O Cruzeiro mais uma vez caiu nesta armadilha, fez lembrar bem o início do Brasileirão, com muita ineficiência, muita falta de objetividade e excesso de erros. Fábio poderia ter defendido, embora como dissemos tinha sido muito boa a cobrança, mas não deu pra ele, mas ele poderia ter posicionado melhor a barreira para não dar chance da bola entrar no cantinho, isso ele não só poderia como deveria ter feito.

Mais do mesmo
A única coisa certa é que desperdiçamos 3 valiosos pontos, dentro de nossa casa, mas o que ocorreu? O encanto da troca de técnico teria acabado? Vamos voltar a ver o Cruzeiro jogar aquele futebolzinho insosso e recheado de falhas do início do certame? A turma não quer mais mostrar serviço para o novo técnico? Acabaram os argumentos motivadores do VLux? Foi só o horário que perturbou nossos atletas? Incrível como não soubemos furar o bloqueio defensivo da Chape. A defesa dos catarinenses nem é o que se pode chamar de um boa defesa então o que houve? Quanta pressão foi feita mas qual o quê? Arremates totalmente tortos nunca levavam perigo.

Cobrança
A torcida não suportou futebol tão entediante quanto o que foi praticado na manhã dominical. Cobrou muito do presidente do Clube que assistia o jogo. Reclamou, criticou e vaiou, mas de nada adiantou ou infelizmente talvez, possa adiantar. Temos de torcer para uma reviravolta e para que os atletas machucados (como Allisson) voltem logo e deem uma melhorada substantiva na qualidade do time senão... nem é bom pensar.




FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 0 X 1 CHAPECOENSE
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 21 de junho 2015, domingo
Horário: 11h (de Brasília)
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Dibert Pedrosa Moises (RJ)
Cartões amarelos : (Cruzeiro) Pará, Henrique, Bruno Edgar, Bruno Rodrigo (Chapecoense) Gil, Neto, Danilo
GOL:
CHAPECOENSE: Camilo, aos 35 minutos do primeiro tempo
CRUZEIRO: Fábio; Mayke (Fabiano), Manoel, Bruno Rodrigo e Pará (Joel); Charles, Henrique (Bruno Edgar), Allano e Marquinhos; Willian e Leandro Damião
Técnico: Vanderlei Luxemburgo
CHAPECOENSE: Danilo; Apodi, Rafael Lima, Neto e Dener; Elicarlos, Gil (Neném), Bruno Silva, Wagner (Hyoran) (Cléber Santana) e Camilo; Edmílson
Técnico: Vinícius Eutrópio



segunda-feira, 15 de junho de 2015

Cruzeiro mantém tabu de 9 anos no São Januário: 3x1

Vasco 1 x 3 Cruzeiro - S. Januário - 7ª rodada - Brasileirão 2015
Charles fez o 2º gol do Cruzeiro,
Damião completou com os outros dois.
Vitória em jogo ruim
Não se pode negar que mesmo com uma boa vitória na casa do Campeão Carioca de 2015 o Cruzeiro não fez um bom jogo. O Vasco dominava as ações até o 1º gol Celeste isso só aos 37 do 1º tempo pelos pés de Leandro Damião. O time carioca jogou melhor no 1º tempo mas o Cruzeiro aproveitou bem praticamente a única chance que teve em 45 minutos. No 2º tempo voltou um pouco melhor e deu uma equilibrada no jogo. Logo aos 12 já fazíamos o 2º gol com um chute meio despretensioso do Charles da intermediária esquerda do ataque Celeste. Aos 28 Leandro Damião recebeu lançamento de Willians que rebate no defensor cruz-maltino e sobra livre para o atacante Celeste que não perdoa. 3x0. O gol de honra do Vasco ocorreu aos 42 numa belíssima cobrança de falta no ângulo, indefensável para Fábio.

Luta
É inegável que o espírito de luta tomou conta de nossos guerreiros. Não se pode dizer que estavam fazendo "corpo-mole" com Marcelo Oliveira, mas temos impressão que o diálogo diferente de Luxa pode ser a razão de mais empenho por parte dos atletas. Todos conhecemos a maneira bem mais enérgica do técnico atual em contraposição ao anterior. Isso pode explicar como o Cruzeiro de uma hora para outra consegue ser mais efetivo em suas partidas, mesmo ainda jogando um futebol sem qualidade, que não entusiasma. Luxa segue afirmando que confia no Grupo e que o mesmo tem qualidade para buscar lugares mais altos na tabela, nós, temos mais é que acreditar e torcer muito.

Fábi1
O Goleiro Fábio entrou neste jogo para a história do futebol brasileiro e principalmente para a história do Cruzeiro Esporte Clube o mais querido de Minas. Tornou-se o arqueiro o jogador que mais partidas disputou pelo Cruzeiro em toda a história do Clube. Uma façanha digna de registro e que mostra o quão importante o Goleiro tem sido na história recente do Maior de Minas. Agora já são 634 jogos em que pôde defender o Cruzeiro. Parabéns Fábio e obrigado por tantas alegrias. 



FICHA TÉCNICA
VASCO 1 X 3 CRUZEIRO
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 13 de junho de 2015 (sábado)
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison (RS) e José Javel Silveira (RS)
Público: 5.072 pagantes
Renda: R$ 121.310,00
Cartões amarelos: Luan e Rodrigo (Vasco); Pará, Willians, Joel e Leandro Damião (Cruzeiro)
Gols: VASCO: Rodrigo, aos 43min do segundo tempo
CRUZEIRO: Leandro Damião, aos 39min do primeiro tempo e 29min do segundo tempo; Charles, aos 12min do segundo tempo
VASCO: Charles, Madson, Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Pablo Guiñazu, Diguinho (Yago), Jackcon Caucaia (Julio dos Santos), Jhon Cley (Thalles) e Emanuel Biancucchi; Gilberto
Técnico: Doriva
CRUZEIRO: Fábio, Mayke (Fabiano), Manoel, Bruno Rodrigo e Pará; Willians, Charles, Allano (Bruno Edgar), Marquinhos e Willian (Joel); Leandro Damião
Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map